Enquanto eu tiver perguntas e não houver respostas… continuarei a escrever (Clarice Lispector)

Últimas

Caminhos .

Saindo por ruas estreitas em altas horas, buscando em mim o que outrora me esquecera. Sei onde anda sonhos trazidos na mala no dia em que desisti, mas não desisti totalmente, apenas o suficiente para descansar. Descansei e ali deitada olhei para o céu e conversando com Deus vi-me em total apego, carência, vigor e serenidade. Descobri então que nada é como desejo e nada é em meu tempo. Não poderia eu justificar tantas lutas e tantas desilusões. Mas caminhei pela estrada estreita sem rumo e onde eu posso crescer, lá estarei enfim. Estarei na chuva que cai ou no brilho do sol a me iluminar. Estarei no choro da menina ou no sorriso do menino. Estarei no baú de historias do velho ou nas dificuldades do jovem. Estarei no perdão da cena que me envolve ou nas brincadeiras de amarelinha. Estarei nas asas do pássaro que se abrem ao vento. Estarei bem ali sentada na varanda imensa observando a calmaria de uma tarde e a folha que cai. Estarei na pequena gota que escorre pelo jarro frio de suco e reflete a luz e imensidão. Estarei nas palavras escritas sem destinatário. Estarei em seu sorriso. Seu Abraço. Talvez me encontre entre os fieis amantes da vida em seu pleno significado. Bem lá no meio, em meio à multidão irei me perder. Sem rumo e sem ares. Acharas-me então quando olhares com a alma e receberes em troca um sorriso sem maldade e singelo. Saberá quem sou e não iras mais duvidar. Estarei nas coisas mais simples. Lembraras que jamais troquei o verdadeiro sentido de amor. Não vacilei em meio a tanta tragédia. Haverá futuro com ou sem minha presença a ditar versos fátuos. Haverás dias em que duvidara e perceberás. Mas sabes que se em teu colo não repousar estarei mais em cima, dentre as estrelas mais empolgantes e mais brilhantes.

Plante. CULTIVE.Colhaa ; *
Ou Esqueça .

Mi Sol ‘

Como quando eu tentei simplesmente fugir de toda dor que me causavam sem ao menos perceber que quanto mais eu apanhava desta minha vida, mais eu ficava fraca e ao mesmo tempo forte.
Conquistando em mim mesma minhas esperanças renovadas e aprendendo que o dia de amanha pode ser melhor somente porque é o resultado do que plantei hoje.
Não me admiro quando me dão sementes de mostarda,porque quando vejo toda aquela folhagem acredito mais uma vez no amanha.
Sei que não foi bom o que passei até aqui.A guerra foi grande. Acreditei em pessoas que tiraram de mim toda minha dedicação e virtude sem nada em troca.Nada bom o suficiente.Mas eles nã conseguiram matar em mim o brilho nos olhos e aquele mega sorriso.Não mataram meu jeito simples de ser e minha auto confiança.
Talvez abraço ou um sorriso já me satisfariam, mas ao invés disso fiquei bem ali parada tentando entender a causa desta parada repentina.Viajo em meus pensamentos e algumas das vezes paro em minha própria utopia e de lá saio para o meu mais real mundo que é bem aqui.Será que algum dia alguem irá me roubar por completo?
E Sei que é bem aqui que vou enfim encontrar meu lugar, alcançarei os limites mais extremos.E com os pés da terra não vou mais ficar.Voarei com os ventos e minha paz. Construirei para mim a felicidade que tanto admirei e sonhei.Sei que a real força em mim é como o sol em um dia de chuva.Sei que esta lá e logo aparecerá para mim e enfim aprenderei a ser feliiiz como um anjinho na terra ;xD ‘

Alegrias;

E quando o sol se for e o frio me tocar. Espero ter uma dose real e suave de aconchego.Não farei mais questão das dores que cercam.me lembro de quando acreditava em versos simples e luzes mágicas.Agora simplesmente estarei embaixo da arvore com um bom picolé, em um novo dia de verão, um livro e uma boa brisa cortante que atravessará meus cabelos sem rumo.Fará em mim nascer um sorriso de alegria e nao mais de ironias.
Farei em mim brotar o que os homens chamam de serenidade e serei feliz em fim .

Você tem a melhor opção.Mas ai você estraga tudo.Você espera e você cansa.Mas sei que vai chegar.Porque meu coração não me engana.Mais uma vez um belo sorriso vai nascer.

Cada coisa boa, uma mentira.Sempre foi dor e vazio e nada mais.Sempre.

Negócios Pendentes..

Já não há chão.Paredes somem as minhas vistas.Sem sentimentos restando apenas um vazio.Você descobre que sempre caminhará sozinha.Percebe que tudo foi em vão.Quando mais precisará de alguém.Não estava lá.
Não havia vazão para todo pranto.Amor foi brincar de ilusão em um dia de frio.E eu caminho sozinha.Mas haverá logo o dia em que não acordarei mais.Não chore,não lamente.Pois é assim que deve ser.Irei sem mais.Caminharei para um lugar em que já não serei mais rejeitada.Onde poderei simplesmente sorrir ou pagar por meus pecados.Talvez não seja somente o mundo que deita se em rancor ou pena.Mas não me importo, desde que aqueles que me rodeiam estejam bem.Irei para longe daqui.Pois hoje qualquer vida normal, rodeada pessoas felizes, é somente uma utopia distante.Jamais existiu e jamais existirá.Serei sempre eu e eu mesma.Mais ninguém.Não acredito mais.Nada mais me convence.Não há razão.Nada mais vale a pena.Aqui encerra -se uma vida fútil e sem vigor algum.Aqui acaba sem vinculo e sem vestígios.De uma coisa só lamento.Por não conseguir fazer o melhor para eles.Sei,nunca signifiquei nada.Mas agora me vou fria, gelada e sem dor alguma.Onde é meu lugar e não voltarei jamais.

Positividade

Sei que nem tudo na vida e como a gente quer,mas a possitividade nos expande as fronteiras entre o sonho e a realidade.

Ano Novo.

Lá se vai 2010 e com ele toda sorte de experiencia adquirida.Lá vai a negatividade e lá se vem as esperanças renovadas.Mais uma vez optando por recomeçar.Cada passo simples que a vida permite me dar, é um dom novo Encontrado.E que venha o novo ano arrasando com o velho.Porque eu mereço.

Sabes qual intensidade o mundo te afeta e qual a sensação das dores mais insanas….e as alegrias mais rebeldes…

Incerteza da Pequena.

As vezes não sei o que fazer..sei que o que sinto por voce é amor…sinto demais sua falta…mas as vezes eu penso como seria se nada disso tivesse acontecido…mas não suportaria perde lo..sei que é bobagem mas eu choro..penso no dia em que finalmente estaremos juntos..e ai eu fico bem.Todas as bobagens.

Relatos fátuos.

Por toda vida.Por toda vida sorri.Mesmo com vontade de chorar.Toda vida servi me de tapete mesmo sabendo que era para que,aqueles que tanto amo estivessem bem.Por toda vida vi prevalecer valores que sempre julguei por fundamento.Por toda vida abracei causas justas e desdobrei me para curar causas perdidas.Por toda vida quis sempre o bem de todos.Por toda vida procurei ser sincera.Por toda vida procurei fazer com que descobrissem minha presença.Por toda vida procurei satisfazer a todos que sabiam que estavam certos.Por toda vida e em cada estado no qual as fraquezas prevaleciam, lá estava.Tentando consertar o tal sorriso e alguem que não importara quem seria.Iria simplesmente sorrir.Por toda vida procurei fazer o bem.Por toda vida busquei sabedoria na simplicidade.Por toda vida.Por toda vida busquei algo que nem ao menos sabia.Amei.Amo.Amo aqueles que aprendia a mar.Sim eu amo.Doei me por completa e fiz com se concretizasse amizades sinceras.Nesta trajetória,encontrei os.Aqueles que me fizeram chorar mas que não taparam o buraco em meu peito.Faltava algo.Algo que nunca tive.Mas eu seguia.Nesta vida triste tentando aprender e fazer o melhor para mim e para todos aqueles que ousavam acreditar que era possível.Por toda vida convivi com dores incessantes e mesmo assim sorria.Com tudo ainda sorria.Mas foi quando o mundo resolver cair sobre mim e eu vi as coisas tristes me rodearem.A tristeza se aproximava lentamente e com toda intensidade existente.Ela não veio somente para ficar,e eu descobri que sem mais ela veio para levar tudo que construí.Não me lembro ao certo a data de quando o conheci.Não sei como explicar o que senti,mas não foi normal.Algo suave me tomava em cada palavra trocada.Ele previa meus pensamentos e eu antecipava sua fala.Era como se nos conhecemos em outra vida.Estava ali alguem que sem saber me levara com ele.Roubara de mim, cada gota de dedicação.Chegara no meu pior momento e no momento certo. Ninguém entende a vida.Mas ela surpreendera.Em tudo ele me completava.E eu vi que não estava mais sozinha.Porque estava bem ali com meu destino.Seu sorriso e suas imperfeições me provaram que contos de fadas não existe.Mas uma realidade delicada e verdadeira.Me provou que eu podia sem bem melhor que imaginara e que sim estava valendo a pena tudo que sofri.Embora seja difícil pela primeira vez poderia dizer que achei a pessoa mais importante para mim.A pessoa que iria me ajudar.Que estaria ali sempre que eu precisasse sem me julgar ou criticar.Que ao meu lado iria provar para o mundo que amor existe.Na serenidade dormiríamos e acordaríamos a cada dia..nós dois,nossa filha amada e nosso cãozinho. Construiríamos um lar feliz.Abençoado.Sei que este amor é para toda uma vida.E mesmo que tudo desmorone mais uma vez.Jamais deixaria de lembrar todos os dias o quão importante significou para mim.Foi este amor que me ajudou a levantar quando ninguém mais via.Foi esta amor que devolveu minha identidade e minha dignidade como pessoa.Foi também este amor que me mostro o quão importante sou e o quanto ainda posso fazer alguem feliz.Descobri que estou viva.O amo como jamais amei ninguém em toda minha vida.Sem eu perceber ele preencheu todo este vazio que sempre estava exposto.Meu amor ninguém vai entender esta nossa sintonia.Ninguém vai entender o que passamos juntos.Pessoa alguma tende a saber o que aconteceu e o que vem acontecendo. Ninguém vai saber o quão forte é esta nossa ligação.Quantas lágrimas e quantos sorriso compartilhamos em tão pouco tempo.Em tão pouco tempo mostramos um para o outro que hoje mais do que nunca temos a chance de sermos felizes.Obrigado por me fazer tão bem e ter estado ao meu lado quando mais precisei.Obrigado por aparecer em minha vida quando o resto do mundo estava indo embora.Sei que é uma faca de dois gumes.E desconfiei desde o principio por nada que demora uma vida para chegar tem um preço tão leve.Perdi mais que uma amiga, uma irmã por bobeira. Simplesmente por ela gostar antes de mim, do homem que estava predestinado a ser meu anjo na terra.Uma coisa é certa seu eu morrer amanha levarei comigo não so este amor tão imenso por ti.Mas também por esta pessoa incrível que ela é.mesmo se ela me odiar levarei a Deus todos os dias as lágrimas que fiz questão de recolher diversas vezes.Não espero que me entendam,como ninguém nunca entendeu.Mas espero que no momento de menos dor se lembrem ao menos uma vez que os amei. Relatos de uma pequena grande Flor .

Limites insanos.

Ela não sabia muito como controlar aquela situação.Vivia em um mundo onde tudo o que mais amava estava sujeito a desmoronar.E por isso estava exausta.Via as pessoas em seu redor, felizes e sem mais.Queria sorrir junto a eles, mas não conseguia.Já o amor desistira.Conhecera varias pessoas que embora mostraram – se a principio, como ela sempre sonhara logo colocara as asas de fora.E mais uma vez decepção.Estava cansada de tanto massacre.Se fosse homens, exigiam dela sorrisos falsos vinte e quatro horas por dia ; e se fosse familia que ela entrasse na faculdade aos dezessete anos e ainda cuidasse da casa, tornando tudo mil maravilhas como se ultrapassasse os limites humanos.Os amigos sabiam muito bem o quanto ela distorcera se a fazer alguem sorrir.Mas mesmo assim, estava farta.Queria fugir de tudo aquilo.Desejava ardentemente uma vida tranquila e normal, ao lado de pessoas simples que pudessem levar o dia a dia, sem grandes espetáculos.Por que tantas brigas ao invés de boa conversas. Somente gostaria de entender porque não nascera em uma familia onde pudessem a amar sem esforços.Sonhava apenas em construir uma historia em que pudesse dizer aos netos que teve uma infância maravilhosa e uma juventude pacifica e delicadamente real.E em pés de tudo isso restara lhe escolher entre desistir ou recomeçar a cada dia mais uma vez.

Na dor de uma lágrima, o amor.

•Meu nome é Ana Clara (nome fictício), conheci o Augusto (nome fictício) Por uma comunidade no Orkut Fack, eu tinha 16 e ele tinha 17, começamos a nos falar via MSN, Eu como sempre uma garota muito alegre ele também. Identificamos-nos em varias coisas. O tempo foi passando e eu não o amava porem ele dizia que me amava e eu deixava por isso mesmo, pois estava cega e achava que ia achar a qualquer momento a pessoa certa pra mim, ele se ausentava por um tempo e quando voltava ainda dizia que me amava, eu ainda achava que ele não em amava de verdade, não conseguia enxerga-lo e continuava por minha busca incessante de minha cara metade, porem ele por ser uma pessoa maravilhosa e era querido por varias pessoas e por varias garotas ,eu achava que era apenas mais uma .De tanto procurar quebrei a cara por umas cinco vezes,pois todos que eu achava que ia dar certo no fim acabavam me abandonando sumindo sem dar explicações.E o que restava era somente eu e minhas dores,Augusto criou uma comunidade e um Chat, ele poderia colocar mil pessoas como moderadora e administrador mas por incrível que pareça ele não me havia esquecido e me colocou como tal.Aquilo me chocou muito e desde ai comecei a velo de uma maneira diferente e enxergar a coisa mais bela. Der repente parei e notei que eu não era mais como antes, é como se Deus tivesse colocado uma semente em meu coração e de uma hora para outra essa semente se tornasse uma linda arvorezinha que crescia a cada dia que passava. Pensei que nunca mais ia amar de novo, porem já era tarde de mais Augusto já fazia parte de mim, não era paixão desenfreada, mas sim amor singelo capaz de enfrentar tudo e todos, tempo e distancia. Ele me devolveu a vitalidade que antes morrera na ausência do calor do amor que queima no peito. Sentimento que da a vida a qualquer alma vazia. Aquele amor que crescia cada vez mais dentro de mim me fez crescer como pessoa, sentimento que me deu uma nova visão do que é viver,declarei meu amor a ele ,fiz do meu coração somente morada dele e a aquela altura do campeonato eu já estava pronta pra lutar e superar todos os obstáculos e provas que viessem a nos atrapalhar, um deles era a distancia pois ele morava em outra cidade muito longe.Vi-me totalmente entregue aquele sentimento .Quem diria eu e o amor juntos novamente !?Sim, porem um dia eu tive noticia que pessoas muito especiais pra ele, amigos e parentes estavam muito doentes e um morrera. Fiquei muito triste é como se a dor dele fosse minha dor, muito me custava estar aqui e não estar ao lado dele para apóiá-lo e lhe dar forças, estar tão longe e não poder lhe dar um abraço, aquele sentimento fizera com que ele se ausentasse muito mais do que das ultimas vezes, estava tão triste não só por ele, mas por outros problemas que se passava em minha vida em outras partes, como um vento que arrasta as folhas secas, assim me bateu um desespero um medo, do nada. Coisas vinham em minha mente e em perturbavam, tiravam o meu sono, aquela ausência seria como a dos outros?Ele me abandonaria? Deixaria de lado esse amor que eu sentia por ele?Mesmo sabendo que não eu me via covarde, não sei de onde surgira a idéia de que ele me abandonaria, mas naquele momento estava frágil, sensível, amargurada, debilitada, triste. Comecei a lembrar das outras vezes em que sofri com os outros e irei-me comigo mesma e disse-me a mim que eu não sofreria de novo e que esqueceria aquele amor mesmo sem saber ao certo o paradeiro de Augusto. Eu vi que ele respondia os recados delas, mas não respondia os meus e seria mais uma decepção? Ainda logo em seguida ele excluiu a conta dele. Na Certeza da incerteza do amanha eu não agüentava mais ficar sem ele, estava deprimida porem no meu maior desespero e angustia num ato insano escrevi no nick do meu MSN o nome de uma paquera, jurando que ele não se importaria com aquilo, No outro dia a dor bateu e nunca fiquei tão triste como naquele dia. Pois sabia que meu mais sincero amor era por ele e porque negar?Não podia negar mais e se ele voltasse?Então resolvi tirar aquele nome insignificante do nick do meu MSN, mas por ironia no destino fiquei sem internet, naquele momento vi meu mundo e minha felicidade ameaçada e minha tristeza desesperadora, pois não podia nem se quer sair para ir a uma lan house, pois meu pai é cadeirante depende de mim. Dito e feito Augusto viu o nome e quando voltei vi uma mensagem off que dizia que era só ele sumir que vinha outro tomar o lugar dele ,um coração partido e uma carinha de decepção,meu mundo caiu ali, era como uma adaga que cortara meu peito,como explicar que eu sempre o amei?Como lhe dizer que aquilo não significava nada e eram por ele os mais sinceros sentimentos?Ele não entrou mais no MSN eu me vi em profunda depressão, não via mais sentido na vida. Como poderia ser tão real e verdadeiro aquele amor que nasceu a distancia?O amor?Ninguém consegue entender o amor, é um sentimento sem limites, sem razões e sem alternativas. O amor não enxerga nem a riqueza e nem a beleza, apenas a pureza e a simplicidade. É o amor não escolhe tempo e nem espaço para surgir, é algo espontâneo, no qual ninguém consegue impedir que se transforme em um sentimento inexplicável. Ele te faz passar noites em claro e viagens sem reações. Assim me encontrava num poço de lagrimas. Pela primeira vez em muitos anos minhas amigas me viram chorar, me viram ao pó. Viram a grande Ana, aquela grande mulher com alma de menina que já suportara tanta coisa sem ao menos derramar uma lagrima, a viram em seu pior estado. Mas o que fazer agora?
Morrer calada na dor da ausência de Augusto?Como fazer?E se ele não voltasse mais?Se tivesse me bloqueado?Naquele momento me odiei de tal maneira e disse que aquilo bastava e eu deveria assumir que aquele pequeno erro, a ausência da verdade faria com que ele não voltasse mais e no auge da minha tristeza me irei comigo mesma e decidi que aquilo poderia ser um sinal da vida para mim esquece-lo. Quem sabe eu não conseguiria?Alias será que ele me amou mesmo?A certeza trasformara-se em duvida e era como se eu não tivesse mais um ligar nesse mundo.Ô duvida cruel desenfreada,pesadelos insuportáveis que só mesmo Deus podia me amparar.Ai como eu o amava!Como num ato desesperado me vi em duas opções ou o esquecia de vez ou continuava sofrendo. Sofrer de novo não dava. Mas como eu ia falar com ele se o nosso único contato era o MSN? E depois de tudo aquilo consertesa ele teria me bloqueado e nem mais queria falar comigo, me veria como uma falsa?Não sou nunca fui. Deus sabe. Não tinha salvação nossa historia. Mesmo assim eu sempre mantive e sempre vou manter as esperanças, Então vi que não poderia mais ficar parada no tempo alias sei que tudo esta nas mãos de quem tudo pode e o que haveria de ser seria e nada e nem ninguém ia mudar. Resolvi então virar a pagina e apagar de vez aquela historia do meu coração (impossível mais eu tentaria) Escrevi de novo com uma dor imensa o nome do meu paquera no orkut e coloquei namorando, quem sabe eu e aquele paquera não dávamos certo?Mesmo porque ele sabia do meu amor por Augusto, mas quem sabe ne?Tentei a suportar aquela ausência e aquela situação, mas em cada dia eu via que era impossível então me entendi com o moço e disse que a brincadeira tinha acabado e eu ainda mantinha vivo em mim a chama do amor por Augusto.A ultima palavra já havia sido dada mais eu mesmo assim na minha humilde esperança resolvi tentar de novo,mandei e-mails, mensagens off ,mensagens no numero do telefone que ele havia me passado mais nada ,nenhuma resposta .meu mundo caia cada dia mais ,eram noites e mais noites chorando.Estava caminhando na rua e lagrimas rolavam,Arrumando a casa e der repente sentava e chorava.Como podia alguém que eu nunca tinha visto pessoalmente causar tanta dor?Um nome mudar sua vida?Causar tanto estrago?Qual o fundamento de tudo isso?Não sei. Mas tentava sobreviver de alguma maneira. Muito mal me encontrava, minhas notas na escola caíram muito e eu que sempre fui uma excelente aluna até suspensão levei. Por diversas vezes quase fui parar no hospital. Tristeza era meu sobrenome. Aos poucos tentava me levantar do chão, palavras de sabedoria de amigas me ajudavam até que um dia, há um dia. Entrei no orkut e vi na capa da comunidade dele novamente com sua foto, enchi-me de esperanças de novo e fui lá conferir. Uma dedicatória de seu amigo que dizia que estavam todos com saudades dele e lhe desejando sorte em seu novo amor e que ela era muito bonita. Amor?Foi a gota D’água foi como uma faca afiada que cortara meu coração e ali sim meu mundo desabo e eu vi o mundo inteiro cair sobre mim.Mais uma vez,mais uma vez perdi.Desejei intensamente a morte.Era a única coisa que me podia livrar daquele sentimento de luto,de perda.Perdi Augusto.cada palavra de amor, cada verso,cada noite passada em claro tudo em vão.Os sonhos as promessas que um dia nós fizemos de que nos amaríamos e não nos deixaríamos.os ‘’eu te amo’’.Será que um dia ao menus ele me amou?Ele se foi sem ao menos saber da verdade. Se foi magoado comigo. Ele se foi e um amor verdadeiro e singelo ficou jogado ao vento. Mas eu sei que não cai uma folha da arvore se não for permissão de Deus. Mas agora aprendi a enfrentar meus medos e também a dar valos nos nossos atos. Temos que pedir forças e sabedoria para Deus pra enfrentar todas as coisas. Sei que esse amor por ele jamais morrera, no fundo sempre estará dentro de mim. Pois é um amor puro e verdadeiro, e por mais que encontre um outro alguém o lugar dele nunca será ocupado. Na distancia morrerei todos os dias sem ele saber. E me lamentarei todos os dias por esse amor perdido. Queria só dizer ao amor de minha vida novamente que eu o amo. Mas se ele voltar de novo estarei aqui?

Moça

Jéssica Fagundes?Bem essa sou eu. Minha vida anda um tanto quando complicada. Diria eu: ’’Em busca da batida perfeita’’. Tenho planos sonhos e não desisto não, embora às vezes esses sonhos pareçam tão distantes, porém maior que essa distancia é o meu desejo de seguir em frente.Mais o que mais dói é que as vezes tudo parece que vai desabar,e eu me sinto as vezes meia só.Sim me sinto só.Mas Tenho um grande problema .O amor.Ah o amor.Quero alguém pra compartilhar meus momentos,alguém que seja maduro e que não seja perfeito mais que se esforce ao menos.Minha busca por um amor tem sido trágica.Meus últimos relacionamentos tem sido catastróficos.Já vi de tudo nessa vida.Diversas personalidades mas o problema talvez não esteja com eles e sim comigo porque talvez eu exija demais (ou não) mas eu sinceramente cansei de tudo.Apesar de estar sempre na carência de um aconchego caloroso talvez eu necessite agora pensar mais em mim.Curtir mais meus amigos e família.Pensar mais na vida fora do amor ( ooooh há vida fora do amor =) sim há ) mas enfim estou numa época de ‘’sou mais eu’’.Quero sair sem me preocupar.Quero dançar,pular,ler,sentir,comer,voar sim voar de pés no chão.Quero viver.Porem por mais que eu faça isso,nem se quer por um minuto consigo me libertar do desejo e da carência de ser amada.E assim sempre acabo arrebentando me a cara, me atirando em relacionamentos alheios.Mas sei que esse mundo é pequeno demais.E Quando menos esperar darei de cara com a felicidade que tanto almejo ~